sexta-feira, 23 de junho de 2017

Segunda-feira, 28 de setembro de 1942

       


Querida Kitty


Ontem tive de parar antes de ter contado tudo. Quero lhe falar de outra briga, mas antes ainda há outra coisa a dizer.
Por que será que as pessoas grandes brigam com tanta facilidade e por coisas tão bobas? Sempre pensei que apenas as crianças batiam boca e que isso passava com a idade. É claro que às vezes há razões para uma boa briga, mas, por enquanto, tem sido só implicância. Acho que seria melhor eu me acostumar, mas não consigo e acho mesmo que jamais me acostumarei, principalmente enquanto for eu o objeto de quase todas as discussões (eles usam a palavra "discussão" em vez de "briga"). Nada, absolutamente nada do que faço está certo. Minha aparência, meu gênio, minhas maneiras, tudo é discutido do A ao Z. E esperam (autoritariamente) que eu agüente suas palavras grosseiras e seus berros, em silêncio. Não estou acostumada com isso. E jamais vou me acostumar! Não vou aceitar todos os seus insultos em silêncio. Vou mostrar-lhes que Anne Frank não nasceu ontem. Vão ter uma surpresa dos diabos e talvez, então, até calem a boca, quando perceberem que quem os está educando sou eu. Uma barbaridade! Fico simplesmente revoltada com suas maneiras horrorosas e principalmente com a estupidez da sra. Van Daan. Mas assim que eu me acostumar com isso — e não vai demorar —, vou lhes pagar na mesma moeda e não com meias medidas. Vão ter de mudar o tom!
Será que sou mesmo tão malcriada, convencida, teimosa, mandona, burra, preguiçosa, etc, etc, como todos dizem? Claro que não! Posso ter meus defeitos, como todo mundo tem, mas eles simplesmente exageram!
Kitty, se você soubesse como, às vezes, eu fico fervendo sob todas aquelas indiretas e zombarias! Não sei por quanto tempo vou agüentar e abafar a minha raiva. Qualquer dia vou explodir!
Bem, agora chega de tudo isto, acho que já aborreci bastante você com todas essas brigas. Mas, simplesmente, tenho de lhe contar uma discussão interessantíssima que ocorreu à mesa. Não sei como surgiu o assunto da extrema modéstia de Pim (apelido de papai). Mesmo as pessoas mais estúpidas são obrigadas a admitir essa qualidade de papai. Pois, de repente, vira-se a sra. Van Daan e diz:
— Eu também tenho uma natureza modesta, bem mais que meu marido.
Veja você! A própria frase já mostrava o quanto ela é pretensiosa e autoritária. O sr. Van Daan achou que devia dar uma explicação quanto ao que lhe dizia respeito.
— Eu não quero mesmo ser modesto. Na minha opinião, não vale a pena. — E dirigindo-se a mim: — Siga meu conselho, Anne. Não seja muito modesta e submissa. Não lucrará nada com isso.
Mamãe concordou, mas a sra. Van Daan, como sempre, teve de dar alguns palpites sobre o assunto. Sua observação era claramente dirigida a mamãe e a papai:
— Vocês têm um modo estranho de encarar a vida! Dizer uma coisa dessas a Anne! No meu tempo era muito diferente. Aliás, tenho certeza de que as coisas ainda são como antigamente, a não ser no moderno lar de vocês.
Era uma flechada certeira no modo como mamãe educava Margot e eu.
A essa altura, a sra. Van Daan já estava escarlate. Mamãe, bonita e fresca como uma rosa. As pessoas que enrubescem facilmente ficam afogueadas e excitadas, levando desvantagem em situações como essa. Mamãe, perfeitamente tranqüila, mas ansiosa por encerrar o assunto o mais breve possível, pensou por um momento e então disse:
— Eu também acho que leva a melhor nesta vida quem não é modesto demais. Meu marido, Margot e Peter, por exemplo, são excepcionalmente modestos, ao passo que seu marido, Anne, a senhora e eu, ainda que não sejamos o extremo oposto, não nos deixamos pressionar ou ser passados para trás.
A sra. Van Daan:
— Mas, sra. Frank, não posso concordar. Se sou tão modesta e retraída, como pode afirmar justamente o contrário?
Mamãe não se alterou:
— Eu não afirmei que fosse exatamente autoritária, mas ninguém poderá dizer que tem um temperamento acomodado.
A sra. Van Daan não se conteve:
— Vamos esclarecer as coisas de uma vez por todas. Gostaria de saber quando e como estou sendo autoritária. O que sei é que se não cuidar de mim mesma acabarei morrendo de fome.
Essa resposta absurda, em defesa própria, fez mamãe rir com gosto, o que irritou ainda mais a sra. Van Daan. Descontrolada, pôs-se a despejar palavras em alemão-holandês e holandês-alemão, até ficar completamente enrolada. Levantou-se, então, disposta a deixar a sala.
De repente, seu olhar caiu sobre mim. Você deveria tê-la visto. Para azar meu, naquele momento eu estava abanando a cabeça tristemente (meu gesto não tinha sido proposital, apenas o resultado de eu ter ouvido toda a conversa).
Nem queira saber. Ela veio em minha direção soltando uma porção de palavras grosseiras em alemão, com modos tão vulgares que mais parecia uma lavadeira — uma lavadeira ordinária de cara vermelha. Foi um verdadeiro espetáculo. Se eu soubesse desenhar, era assim que faria seu retrato. Puxa, ela é uma criatura tão grosseira, mal-educada e desagradável!
De qualquer maneira, uma coisa eu aprendi. Você só conhece mesmo uma pessoa quando tem com ela uma briga. Só então pode avaliar seu verdadeiro caráter!

Sua Anne.










Recomendamos para você:


2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U - English Version

Do I Make You Wanna - Billy Currington

Do I Make You Wanna - Tradução em Português

Do I Make You Wanna - La traducción en español

Do I Make You Wanna - Enghish Version

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

Despacito Remix - Tradução em Português

Despacito Remix - La traducción en español

Despacito Remix - English Version

2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U – DAVID GUETTA FEAT. JUSTIN BIEBER

2U – TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS

2U – LA TRADUCCIÓN EN ESPAÑOL

Do I Make You Wanna - Billy Currington

DO I MAKE YOU WANNA – BILLY CURRINGTON

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

DESPACITO REMIX – LUIS FONSI FEAT. JUSTIN BIEBER, DADDY YANKEE

Despacito

O Diário de Anne Frank

O Diário de Anne Frank em PDF - Download


Letras Música - Sanderlei Silveira

Migos - Song Lyrics

Letras Música - Tradução em Português


by Sanderlei Silveira -  http://sanderlei.com.br

Domingo, 27 de setembro de 1942

       


Querida Kitty


Acabo de ter uma tremenda discussão com mamãe; simplesmente não nos estamos entendendo mais. Minhas relações com Margot também não são das mais cordiais. Em geral, não costumamos ter desses estouros em nossa família, e confesso que acho isso muito desagradável mesmo. Os temperamentos de Margot e de mamãe são totalmente diferentes do meu. Compreendo meus amigos muito melhor do que minha própria mãe — e isso não é nada bom.
Freqüentemente discutimos problemas de pós-guerra, como por exemplo a maneira de tratar os empregados.
A sra. Van Daan teve outro acesso de raiva. Tem um mau humor terrível. Continua a esconder seus objetos particulares. Mamãe deveria responder a cada "desaparecimento" Van Daan com um "desaparecimento" Frank. É incrível como certas pessoas têm a mania de querer educar os filhos dos outros. Os Van Daan são campeões nisso, Margot não precisa ser educada, é muito comportada, um verdadeiro modelo, mas parece que eu tenho defeitos suficientes para ambas. Você precisava ouvir-nos à hora das refeições. São reprimendas e indiretas o tempo todo. Mamãe e papai me defendem com firmeza. Se não fosse por eles, acho que eu não resistiria. Embora vivam dizendo para não falar tanto, ser mais discreta e não meter o nariz na vida dos outros, não consigo emendar-me. Se papai não fosse tão paciente comigo, eu teria até medo de desapontá-lo mais tarde, coisa que ele não merece.
Se durante as refeições sirvo-me de pouca quantidade de alguma verdura que detesto e compenso com batatas, os Van Daan, e Mevrouw [3] em particular, não se contêm, vendo uma criança tão cheia de vontades.
— Vamos, Anne, tire um pouco mais de verduras — diz ela, imediatamente.
— Não, obrigada, sra. Van Daan. Já tirei batatas demais — respondo, de propósito.
— Verduras fazem bem para você. Sua mãe também acha. Vamos, tire mais um pouco — insiste ela, até que papai vem em minha defesa.
Mas ela não desiste:
— Você deveria ter vivido em nossa casa. Lá, sim, fomos bem educados. É absurdo mimarem Anne desta maneira. Eu não admitiria isso, se Anne fosse minha filha!
"Se Anne fosse minha filha!" Sempre começa e termina suas aulas de moral com essa lengalenga. Graças a Deus que não o sou!
Mas, voltando ao assunto "educação", ontem, depois que a sra. Van Daan acabou de falar, reinou na sala um silêncio de morte. Então, papai disse:
— Acho que Anne está sendo muito bem educada. Uma coisa, pelo menos, ela aprendeu:
a não responder a seus maçantes sermões. Quanto à verdura, faria melhor se olhasse para seu prato.
A sra. Van Daan foi derrotada. Completamente arrasada. Ela, também, se havia servido de muito pouca verdura. Mas ela não é mimada! Disse que verdura à noite dava-lhe prisão de ventre. Por que não calou a boca a meu respeito? Assim não teria que ficar arranjando desculpas esfarrapadas. O divertido é ver como ela enrubesce. Isso não acontece comigo, o que a deixa mais furiosa ainda.

Sua Anne.










Recomendamos para você:


2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U - English Version

Do I Make You Wanna - Billy Currington

Do I Make You Wanna - Tradução em Português

Do I Make You Wanna - La traducción en español

Do I Make You Wanna - Enghish Version

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

Despacito Remix - Tradução em Português

Despacito Remix - La traducción en español

Despacito Remix - English Version

2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U – DAVID GUETTA FEAT. JUSTIN BIEBER

2U – TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS

2U – LA TRADUCCIÓN EN ESPAÑOL

Do I Make You Wanna - Billy Currington

DO I MAKE YOU WANNA – BILLY CURRINGTON

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

DESPACITO REMIX – LUIS FONSI FEAT. JUSTIN BIEBER, DADDY YANKEE

Despacito

O Diário de Anne Frank

O Diário de Anne Frank em PDF - Download


Letras Música - Sanderlei Silveira

Migos - Song Lyrics

Letras Música - Tradução em Português


by Sanderlei Silveira -  http://sanderlei.com.br

Sexta-feira, 25 de setembro de 1942

       


Querida Kitty


Ontem à noite subi para "visitar" os Van Daan. De vez em quando vou até lá para bater um papo. Uma vez ou outra é até divertido. Nessas ocasiões comem-se biscoitos de traça (a lata de biscoitos fica guardada num armário cheio de remédio contra traça) e bebe-se limonada. Ontem falamos sobre Peter. Contei-lhes que tem o costume de fazer festinhas em meu rosto e que eu gostaria que ele parasse com isso, pois não sou muito chegada a patas de meninos.
De um modo bem peculiar aos pais, perguntaram-me se eu não poderia ser mais gentil com Peter, porque ele, com toda a certeza, gostava muito de mim. Pensei comigo: "Só faltava essa!", e disse: — Oh, não! Imagine só!
Eu disse que achava Peter muito sem graça, mas que talvez fosse timidez, pois a maioria dos meninos que não têm muito contato com meninas é assim.
Devo reconhecer que o Comitê de Refugiados do Anexo Secreto (seção masculina) é um bocado astucioso. Vou lhe contar o que fizeram para que notícias nossas chegassem até o sr. Van Dijk, representante geral da Travies e grande amigo que escondeu em sua casa alguns pertences nosso. Datilografaram uma carta para um químico na Zelândia do Sul, que tem negócios com a nossa firma. Fizeram a coisa de tal modo que ele terá de mandar a resposta inclusa em envelope endereçado para o escritório. Assim, quando esse envelope voltar da Zelândia, a carta inclusa será retirada e substituída por uma mensagem escrita com a letra de papai, como sinal de vida. Ao ler a carta, Van Dijk não suspeitará de nada. Escolheram especialmente a Zelândia por estar bem próxima à Bélgica e a carta poder passar através da fronteira. Além disso, ninguém pode entrar na Zelândia sem permissão especial, portanto, se acreditarem que estamos lá, não tentarão verificar.

Sua Anne.










Recomendamos para você:


2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U - English Version

Do I Make You Wanna - Billy Currington

Do I Make You Wanna - Tradução em Português

Do I Make You Wanna - La traducción en español

Do I Make You Wanna - Enghish Version

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

Despacito Remix - Tradução em Português

Despacito Remix - La traducción en español

Despacito Remix - English Version

2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U – DAVID GUETTA FEAT. JUSTIN BIEBER

2U – TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS

2U – LA TRADUCCIÓN EN ESPAÑOL

Do I Make You Wanna - Billy Currington

DO I MAKE YOU WANNA – BILLY CURRINGTON

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

DESPACITO REMIX – LUIS FONSI FEAT. JUSTIN BIEBER, DADDY YANKEE

Despacito

O Diário de Anne Frank

O Diário de Anne Frank em PDF - Download


Letras Música - Sanderlei Silveira

Migos - Song Lyrics

Letras Música - Tradução em Português


by Sanderlei Silveira -  http://sanderlei.com.br

Segunda-feira, 21 de setembro de 1942

       


Querida Kitty


Hoje vou dar o noticiário completo.
A sra. Van Daan é insuportável. Vive às turras comigo por causa de minha tagarelice. Além do mais, está sempre nos atormentando por um motivo ou outro. Esta é a última: não lava as panelas se nelas encontrar o menor resto de comida; em vez de guardá-los em um prato de vidro, como sempre fizemos, deixa-os na própria panela para que se estraguem.
Na refeição seguinte, Margot fica às vezes com seis ou sete panelas para lavar, e aí a madame diz: — Ora veja, Margot, você tem um bocado de serviço pela frente!
Tenho estado ocupada com papai, organizando nossa árvore genealógica. Conforme vamos avançando, ele conta coisas sobre os nossos parentes — interessantíssimo! Uma semana sim, outra não, o sr. Koophuis me traz alguns livros. Estou entusiasmada com a série d e Joop ter Heul. Gostei demais de todos os livros de Cissy van Marxveldt. Quanto a Midsummer madness, já o li quatro vezes e ainda dou boas risadas com algumas das situações cômicas que surgem.
O ano letivo já começou. Estou me dedicando seriamente ao francês e estou conseguindo meter na cabeça até cinco verbos irregulares por dia. Acabam de chegar alguns livros escolares, e temos um bom estoque de cadernos, lápis, borrachas e etiquetas que eu trouxe comigo. Às vezes ouço notícias holandesas transmitidas de Londres; recentemente ouvi o príncipe Bernardo falar. Ele disse que a princesa Juliana espera um bebê para janeiro. Achei lindo. Todos ficaram admirados com meu entusiasmo pela família real.
Andaram falando a meu respeito e chegaram à conclusão de que não sou completamente burra, o que me obrigou a estudar dobrado no dia seguinte. É claro que, com catorze ou quinze anos, não vou querer permanecer no primeiro ano secundário da escola. Esteve em pauta, também, o fato de eu não poder ler muitos livros que valham a pena. Mamãe está lendo Heeren Vrouwen en Knetchen, ao qual não tenho acesso (Margot, sim). Dizem que antes preciso amadurecer um pouco, como minha talentosa irmã. Falou-se, então, de minha ignorância em filosofia e psicologia, matérias sobre as quais não sei absolutamente nada. Talvez para o ano que vem eu já esteja mais sabida. (Encontrei rapidamente essas palavras difíceis no Koenen [2].)
Acabo de descobrir, um tanto perturbada, que tenho apenas um vestido de mangas compridas e três casaquinhos de lã, para o inverno. Já tive permissão de papai para tricotar um suéter de lã de carneiro, branca; a lã não é das melhores, mas contanto que esquente, isso é o que importa. Temos algumas roupas em casas de amigos, mas, infelizmente, só as veremos depois de terminada a guerra, se é que elas ainda estarão lá, por esse tempo. Eu tinha acabado de escrever algo sobre a sra. Van Daan, quando ela entrou. Pá! Fechei o caderno.
— Olá, Anne, posso ver seu diário?
— Sinto muito...
— Só a última página...
— Não, desculpe, mas não pode.
Naturalmente levei um susto danado, porque exatamente nessa página havia uma descrição nada lisonjeira dela.

Sua Anne










Recomendamos para você:


2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U - English Version

Do I Make You Wanna - Billy Currington

Do I Make You Wanna - Tradução em Português

Do I Make You Wanna - La traducción en español

Do I Make You Wanna - Enghish Version

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

Despacito Remix - Tradução em Português

Despacito Remix - La traducción en español

Despacito Remix - English Version

2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U – DAVID GUETTA FEAT. JUSTIN BIEBER

2U – TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS

2U – LA TRADUCCIÓN EN ESPAÑOL

Do I Make You Wanna - Billy Currington

DO I MAKE YOU WANNA – BILLY CURRINGTON

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

DESPACITO REMIX – LUIS FONSI FEAT. JUSTIN BIEBER, DADDY YANKEE

Despacito

O Diário de Anne Frank

O Diário de Anne Frank em PDF - Download


Letras Música - Sanderlei Silveira

Migos - Song Lyrics

Letras Música - Tradução em Português


by Sanderlei Silveira -  http://sanderlei.com.br

Quarta-feira, 2 de setembro de 1942

       

Querida Kitty


O sr. e a sra. Van Daan tiveram uma briga terrível. Nunca vi coisa igual em minha vida. Mamãe e papai jamais sonhariam em gritar daquela maneira um com o outro. E o motivo foi tão banal que tudo acabou não passando de um desperdício de fôlego. Enfim, cada um como Deus o fez.
Naturalmente foi muito desagradável para Peter, que não pôde tomar partido e teve de ficar olhando. Ninguém o leva a sério. É cheio de fricotes e muito preguiçoso. Ontem, ficou todo nervoso ao descobrir que sua língua estava azul em vez de vermelha; esse estranho fenômeno da natureza desapareceu tão rapidamente como chegou. Hoje apareceu com um cachecol enrolado no pescoço; porque está com torcicolo. Além disso, "Sua Excelência" queixa-se de lumbago. Não é raro, também, queixar-se de dores em volta do coração, rins e pulmões. Acho que ele é hipocondríaco (não é esse o nome que se dá a essa gente?). Entre mamãe e a sra. Van Daan as coisas estão começando a ficar feias também, e há motivos para isso. Basta dizer, por exemplo, que a sra. Van Daan retirou do armário comum de roupa da casa seus três lençóis. Acha muito natural que os lençóis de mamãe sirvam para todos nós. Vai ter uma surpresa daquelas quando descobrir que mamãe seguiu seu bom exemplo. Também não se conforma de ver que seu aparelho de louça está sendo usado, e não o nosso. Está sempre xeretando a fim de descobrir onde guardamos nossos pratos. Eles estão muito mais próximos do que ela pensa, guardados em uma caixa, na água-furtada, atrás de uma porção de bugigangas. Felizmente, enquanto estivermos aqui, será impossível chegar até eles. Sempre fui muito estabanada e ontem quebrei em pedacinhos um dos pratos de sopa da sra. Van Daan. Ela ficou furiosa e gritou: — Será que não podia ter mais cuidado? É o último que tenho! — O sr. Van Daan anda uma seda comigo. Tomara que dure. Mamãe passou-me outro sermão terrível hoje de manhã; não agüento mais. Nossas idéias são absolutamente opostas. Papai é um amor, apesar de ficar zangado comigo por cinco minutos seguidos. Durante a semana passada, algo veio quebrar a monotonia da nossa vida: um livro sobre mulheres, e Peter. Antes de mais nada, devo dizer que Margot e Peter têm licença de ler quase todos os livros que o sr. Koophuis nos traz, mas justamente esse livro, interditado pelos adultos, era sobre mulheres. A curiosidade de Peter despertou imediatamente. O que será que havia naquele livro que eles não podiam ler? Um dia, enquanto a mãe conversava lá embaixo, ele pegou o livro sorrateiramente e esgueirou-se para o sótão com sua presa. A mãe sabia muito bem que ele estava lendo o livro, mas não disse nada, até que o pai descobriu. Van Daan ficou uma fera, tomou o livro e pensou que o assunto estivesse encerrado. Mas ele não contava com a curiosidade do filho que, em vez de esmorecer, tornou-se a ainda mais aguçada em face da atitude do pai. Decidido a chegar ao fim, Peter ficava imaginando meios de lançar mão daquele livro tão fascinante. A sra. Van Daan perguntou a mamãe o que ela achava da proibição. Mamãe respondeu que, na sua opinião, o tal livro não convinha a Margot, mas não achava nada de mais em que ela lesse a maioria dos outros livros.
— Há uma grande diferença entre Margot e Peter — disse mamãe. — Em primeiro lugar, ela é menina, e as meninas tornam-se adultas bem mais cedo que os meninos; em segundo, Margot já leu muitos livros sérios e não anda em busca de coisas que lhe são proibidas; em terceiro, Margot é muito mais adiantada e inteligente, fato comprovado pelo fato de ela estar no quarto ano da escola.
A sra. Van Daan concordou, mas continuou a achar errado, em princípio, que crianças lessem os livros escritos para adultos.
Nesse meio tempo Peter descobriu que havia uma determinada hora do dia em que ninguém se preocupava com ele nem com o livro: era às sete e meia da noite, quando todos se reuniam no escritório particular para ouvir rádio. Foi o horário escolhido para levar novamente o livro para a água-furtada. Devia ter descido às oito e meia, mas o livro provavelmente estava tão empolgante que ele perdeu a hora. Voltou ao quarto no mesmo instante em que seu pai retornava, Você bem pode imaginar as conseqüências. Com um tapa e um empurrão o livro foi atirado na mesa e Peter mandado para a água-furtada. As coisas estavam nesse pé quando nos sentamos à mesa. Peter ia dormir sem jantar, e ninguém parecia importar-se com ele. Procuramos comer conversando e fingindo estar alegres quando, subitamente, ouvimos um assobio estridente. Paramos de comer, pálidos, olhando uns para os outros, com as fisionomias transtornadas. Ouvimos então a voz de Peter, que chegava pela chaminé: — Eu não ia descer mesmo, ouviram? — O sr. Van Daan pôs-se de pé num salto, deixou cair o guardanapo, ficou vermelho e berrou: — Pare com isso! — Papai segurou-lhe o braço, temendo o que lhe pudesse acontecer. Ambos dirigiram-se para a água-furtada. Após grande resistência e bate-pé, Peter foi para seu quarto, onde ficou de porta fechada enquanto continuávamos a comer. A sra. Van Daan quis guardar uma fatia de pão para o pobrezinho, mas o pai ficou firme. — Se ele não pedir desculpas imediatamente, dormirá na água-furtada. — Todos nós protestamos, pois achamos que passar sem jantar já era castigo suficiente. Além do mais, Peter podia apanhar um resfriado e não poderíamos chamar um médico.
Peter não pediu desculpas; já fora para a água-furtada. O sr. Van Daan não disse mais nada, mas no dia seguinte notei que a cama de Peter fora usada. Às sete horas Peter retornou à água-furtada, mas papai conseguiu persuadi-lo a voltar por meio de algumas palavras amigas. Durante três dias as caras se mantiveram fechadas e os silêncios, obstinados. Depois, tudo voltou ao normal.

Sua Anne.










Recomendamos para você:


2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U - English Version

Do I Make You Wanna - Billy Currington

Do I Make You Wanna - Tradução em Português

Do I Make You Wanna - La traducción en español

Do I Make You Wanna - Enghish Version

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

Despacito Remix - Tradução em Português

Despacito Remix - La traducción en español

Despacito Remix - English Version

2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U – DAVID GUETTA FEAT. JUSTIN BIEBER

2U – TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS

2U – LA TRADUCCIÓN EN ESPAÑOL

Do I Make You Wanna - Billy Currington

DO I MAKE YOU WANNA – BILLY CURRINGTON

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

DESPACITO REMIX – LUIS FONSI FEAT. JUSTIN BIEBER, DADDY YANKEE

Despacito

O Diário de Anne Frank

O Diário de Anne Frank em PDF - Download


Letras Música - Sanderlei Silveira

Migos - Song Lyrics

Letras Música - Tradução em Português


by Sanderlei Silveira -  http://sanderlei.com.br

Sexta-feira, 21 de agosto de 1942

       

Querida Kitty


A entrada do nosso esconderijo já foi devidamente disfarçada. O sr. Kraler achou melhor colocar uma estante de livros diante da nossa porta (porque muitas casas estão sendo revistadas em busca de bicicletas escondidas). É claro que a estante tem que ser removível, para que possa ser aberta, como uma porta. O sr. Vossen foi quem construiu o móvel, sozinho. Desde que ele compartilhou nosso segredo, não sabe o que fazer para nos ajudar. Agora, se quisermos descer, teremos primeiro que nos agachar e depois dar um pulo, porque o degrau foi retirado. Nos primeiros dias fomos todos agraciados com alguns galos na cabeça de tanto bater no batente da porta. Finalmente resolvemos pregar ali um pano cheio de serragem. Vamos ver se assim melhora.
No momento, não estou estudando muito; concedi-me férias até setembro. Papai vai darme aulas, então. É impressionante o número de coisas que já esqueci. Nossa vida, aqui, pouco tem mudado. O sr. Van Daan e eu estamos sempre a nos irritar mutuamente. Com Margot acontece justamente o contrário, pois ele gosta muito dela. Mamãe me trata, às vezes, como se eu fosse um bebê, coisa que não suporto. Afora isso, as coisas vão indo. Não consigo gostar de Peter, ele é tão chato! Passa a maior parte do tempo deitado preguiçosamente na cama; faz, então, algum trabalho de carpintaria e logo volta a cochilar mais um pouco. Que camarada bobo!
O tempo está lindo, e, apesar de tudo, estamos aproveitando o mais que podemos, estiradas em uma espreguiçadeira, lá na água-furtada, enquanto o sol entra pela janela aberta.

Sua Anne











Recomendamos para você:


2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U - English Version

Do I Make You Wanna - Billy Currington

Do I Make You Wanna - Tradução em Português

Do I Make You Wanna - La traducción en español

Do I Make You Wanna - Enghish Version

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

Despacito Remix - Tradução em Português

Despacito Remix - La traducción en español

Despacito Remix - English Version

2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U – DAVID GUETTA FEAT. JUSTIN BIEBER

2U – TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS

2U – LA TRADUCCIÓN EN ESPAÑOL

Do I Make You Wanna - Billy Currington

DO I MAKE YOU WANNA – BILLY CURRINGTON

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

DESPACITO REMIX – LUIS FONSI FEAT. JUSTIN BIEBER, DADDY YANKEE

Despacito

O Diário de Anne Frank

O Diário de Anne Frank em PDF - Download


Letras Música - Sanderlei Silveira

Migos - Song Lyrics

Letras Música - Tradução em Português


by Sanderlei Silveira -  http://sanderlei.com.br

Sexta-feira, 14 de agosto de 1942

       


Querida Kitty


Abandonei-a durante o mês inteiro, mas, francamente, as novidades são tão poucas por aqui, que não encontro nada interessante ou divertido para contar a você. Os Van Daan chegaram no dia 13 de julho. Pensávamos que chegariam no dia 14, mas de 13 a 16 os alemães andaram fazendo convocações a torto e a direito, criando grande desassossego. Assim, por segurança, resolveram vir mais cedo. Melhor um dia antes, e a tempo, do que um dia depois e tarde demais. Às nove e meia da manhã (ainda estávamos tornando café) chegou Peter, o filho dos Van Daan. Ele não tem ainda dezesseis anos; é um rapazinho molenga, tímido e desajeitado. Acho que não se pode esperar muito dele como companhia. Trouxe consigo o gato (Mouschi). O sr. e a sra. Van Daan chegaram meia hora depois, e, para divertimento geral, ela trouxe um penico enorme em sua caixa de chapéus. — Não me sinto à vontade em lugar algum sem o meu vaso — declarou ela. Seu primeiro cuidado foi, portanto, encontrar um jazigo perpétuo para ele, debaixo de seu sofá. O sr. Van Daan não trouxe o seu, mas veio carregando uma mesinha de chá dobrável, debaixo do braço.
Desde o dia em que chegaram, passamos a fazer as refeições juntos, sem a menor cerimônia, e, três dias depois, já parecíamos uma só grande família. Naturalmente, os Van Daan nos trouxeram um bocado de notícias sobre a semana extra que passaram no mundo dos vivos. Entre outras coisas, estávamos curiosos em saber o que havia acontecido em nossa casa e com o sr. Goudsmit. O sr. Van Daan contou-nos o seguinte:
— O sr. Goudsmit telefonou às nove da manhã, na segunda-feira, perguntando se eu podia dar uma chegada até lá. Fui imediatamente e o encontrei em um estado de grande agitação. Deu-me a ler uma carta que os Frank haviam deixado e queria levar a gata para a casa de um vizinho, o que me agradou. O sr. Goudsmit temia que fossem dar busca na casa e, por isso, percorremos todos os quartos, pondo um pouco de ordem e tirando a mesa do café. De repente descobri sobre a escrivaninha do sr. Frank um bloco no qual estava escrito um endereço de Maastricht. Embora eu soubesse que tinha sido deixado de propósito, fingi grande choque e surpresa e pedi ao sr. Goudsmit que rasgasse aquele malfadado papel imediatamente. Continuei fingindo que nada sabia acerca do desaparecimento de vocês, mas, depois do papelzinho, tive uma idéia luminosa. "Sr. Goudsmit", disse eu, "de repente percebi a que se refere aquele papel. Há uns seis meses, mais ou menos, esteve no escritório um oficial de alta patente que parecia muito amigo do sr. Frank e que se ofereceu para ajudá-lo em caso de necessidade. Estava sediado em Maastricht. Creio que foi fiel à sua palavra e que arranjou alguma maneira de mandá-los para a Bélgica ou para a Suíça. Talvez seja conveniente eu dizer isso aos amigos que perguntarem por eles, sem, é claro, mencionar a palavra Maastricht..." Com estas palavras, deixei a casa. Muitos de seus amigos já sabem do sucedido, visto que a história já me foi contada por vários deles.
Divertimo-nos a valer com a história e rimos ainda mais quando o sr. Van Daan nos contou como a imaginação das pessoas é capaz de deturpar os fatos reais. Uma família, por exemplo, nos vira passar de bicicleta, muito cedo, enquanto uma senhora afirmara, com toda a segurança, que um carro militar nos viera apanhar no meio da noite.

Sua Anne










Recomendamos para você:


2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U - English Version

Do I Make You Wanna - Billy Currington

Do I Make You Wanna - Tradução em Português

Do I Make You Wanna - La traducción en español

Do I Make You Wanna - Enghish Version

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

Despacito Remix - Tradução em Português

Despacito Remix - La traducción en español

Despacito Remix - English Version

2U - David Guetta feat. Justin Bieber

2U - Tradução em Português

2U - La traducción en español

2U – DAVID GUETTA FEAT. JUSTIN BIEBER

2U – TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS

2U – LA TRADUCCIÓN EN ESPAÑOL

Do I Make You Wanna - Billy Currington

DO I MAKE YOU WANNA – BILLY CURRINGTON

Despacito Remix - Luis Fonsi Feat. Justin Bieber, Daddy Yankee

DESPACITO REMIX – LUIS FONSI FEAT. JUSTIN BIEBER, DADDY YANKEE

Despacito

O Diário de Anne Frank

O Diário de Anne Frank em PDF - Download


Letras Música - Sanderlei Silveira

Migos - Song Lyrics

Letras Música - Tradução em Português


by Sanderlei Silveira -  http://sanderlei.com.br